fbpx

Dicas para descobrir se seu Motorola pegou vírus

A popularização dos smartphones, graças às inúmeras funções que nos oferecem, trouxe também alguns problemas. Um deles é o risco de pegar vírus, assim como os computadores.

Ele é o dispositivo preferido da população brasileira para acessar a internet, utilizado por 97% das pessoas. Pessoas má intencionadas se aproveitam desse artifício para capturar dados dos usuários e danificar os aparelhos.

Nenhum celular está livre dos chamados malwares, mas existem alguns sinais que podem indicar que seu Motorola adquiriu um vírus. Nesses casos, é fundamental saber o mais rápido possível para minimizar os danos. Por isso, confira nossas dicas para descobrir se seu Motorola pegou realmente um vírus.

 

Bateria acaba muito rápido

 

Caso você perceba que a bateria do seu Motorola está acabando muito rápido, pode ser um indício de vírus. Em aparelhos mais antigos, é normal a bateria durar menos, mas procure prestar atenção nesse ponto.

 

Aparelho reinicia sozinho

 

Um malware nada mais é do que um software malicioso criado para se infiltrar no seu aparelho sem que você saiba. Por isso, ele compromete algumas funções e deixa o celular sem controle. Um exemplo é o Motorola reiniciar sozinho ou você não conseguir desligá-lo.

 

Bluetooth ativado sem querer

 

Outro sinal de vírus é se a função bluetooth estiver ativada sem o seu consentimento. Se você desativar e ele voltar a ficar ligado automaticamente ou se perceber que ativa sozinho, o melhor a fazer é levar o celular a uma Assistência Técnica Autorizada Motorola. Isso acontece porque o celular infectado utiliza o bluetooth para enviar arquivos para outras pessoas.

Alto consumo de dados e outros serviços

 

Um consumo de dados que não corresponde ao seu uso é um grande sinal de vírus. Procure monitorar o uso de dados móveis, caso perceba que algo esteja fora do normal. Existem aplicativos específicos para isso e até configurações dentro do próprio aparelho.

Caso você tenha um plano pós-pago, é bom também ficar de olho na fatura. O malware instalado no Motorola pode solicitar serviços adicionais à operadora de telefonia móvel, como um pacote de SMS por exemplo. É muito comum que esses tipos de vírus enviem mensagens para números da sua lista de contatos sem que você saiba.

 

Funcionamento estranho

 

Um aparelho com vírus pode apresentar um mal funcionamento, então, note se acontecer as seguintes situações:

– Aplicativos não abrem ou ficam travando a toda hora;

– Aparecimento de aplicativos que você nunca baixou no celular;

– Pedidos frequentes de autenticação ao acessar um app;

– Tentativas frustradas de abrir algum arquivo por ter sido corrompido;

– Anúncios indesejados em excesso;

– Postagens suspeitas em redes sociais. Alguns vírus mais sofisticados usam seu perfil para postar links infectados. Note também se receber alguma notificação de comentários ou curtidas e verifique se a ação foi feita por você mesmo.

 

Existem diferentes tipos de vírus para diversas finalidades. Alguns podem ser removidos com a simples instalação de um programa antivírus, enquanto outros podem afetar mais seriamente o aparelho. Nesses casos, é necessário levar o aparelho a um serviço de assistência técnica autorizada.

Mantenha seu Motorola livre de ameaças. Entre em contato conosco para mais informações.